IMG_5639 Grande

Sobre mim

A gente nunca sabe se começa se apresentando pelo nome e sobrenome, pela profissão ou na escolha de alguma frase de impacto. Gosto da ideia de ir indo, falando de movimento e ação. O resto se faz! 

Pois bem, usando de toda regra: Sou Laura Anjos, psicóloga e gosto sempre de dizer que sou uma mulher em movimento. No decorrer da estadia, você percebe bem o porquê. 

Tudo que me agrada não caberia aqui, então, iremos nos “limitar” ao fato de que gosto do simples, do básico e do que funciona. Vivo dizendo por aí que é só a vida acontecendo. 

Cada momento, cada ação, cada circunstância não deixa de ser a vida acontecendo. E eu amo ver a vida acontecendo – em sua máxima expressão. Gosto de experimentar e oferecer autonomia em tudo que faço. Prezo por boas companhias, altos e longos papos, além de muito silêncio. O narrar da vida (acontecendo) me encanta. 

Gosto verdadeiramente de gente. Pessoas. Vivências. Posso dizer que sobrevivo de ver vivências acontecendo. Não há coisa mais bonita do que ver gente sendo. E experimentando da vida. 

O cotidiano é bonito e sempre que é possível compartilho dele por aí. 

No mais, entre e verás! 

Sobre meu trabalho

Eu já fiz um pouquinho de várias coisas. E todas elas combinaram de repousar em uma só: o bem servir!

Atuo gerando autonomia para pessoas e territórios por meio de projetos sociais e atendimento psicológico.

Psicóloga de formação, trabalho no social há mais de 6 anos.

– “Mas Laura, o que é trabalhar no social? Tudo já não é social?” Você deve estar me perguntando.

E eu de cá, te digo: sim e não.

Tudo é social, mas, nem todo social é acessado/assistido.
Trabalho em territórios onde as pessoas se encontram em situação de vulnerabilidade, ou seja, não dispõem de recursos básicos para viver.
Junto a organizações do terceiro setor, atuo buscando estratégias que devolvam autonomia para as pessoas em seus territórios.

E como o social está em todo lugar, utilizo das facilidades do online para ofertar atendimento psicológico ao público geral.

Em toda a minha atuação, independente de onde e como, viso ser ponte. Ou seja, conectar pessoas à ferramentas e estratégias que possam fazê-la alçar novos e bons vôos.

Essa é a minha missão, visão, propósito, objetivo, como queira chamar.

Eu chamo de movimento!

IMG_5659 Grande